Senado aprova assinatura qualificada para receitas de medicamentos sujeitos a controle especial

03 de setembro de 2020

Em seu parecer, o relator do PLC, Flávio Bolsonaro, explicitou que considera os antimicrobianos como medicamentos sujeitos a controle especial. Por isso, considerou desnecessário especificar que esses medicamentos estão inclusos no novo dispositivo legal. Ele ressaltou no relatório, também, considerar indispensável inserir a expressão “previstos em ato do Ministério da Saúde”, para deixar claro que a regulamentação da nova lei dependerá de regulamentação pelo Ministério da Saúde.

O Conselho Federal de Farmácia tem defendido o uso de assinatura qualificada para todas as receitas de medicamentos. “Receitas são documentos que contêm informações sigilosas, no caso os dados dos pacientes, e podem envolver medicamentos de uso controlado, que causam dependência”, comenta o integrante do Grupo Interinstitucional de Trabalho sobre Farmácia Digital (GIT-Farmácia Digital) e conselheiro federal de Farmácia pelo estado do Paraná, Gustavo Pires. A intenção do conselho é continuar trabalhando para que, uma vez sancionada, a nova lei seja regulamentada para prever a assinatura qualificada para medicamentos sujeito a controle especial, incluindo os antimicrobianos.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© 2013, Todos os Direitos Reservados - Conselho Regional de Farmácia - Piauí - Brasil
Conselho Regional de Farmácia do Piauí
Rua Professor Nódgi Nogueira, n° 4193
Bairro Ininga. CEP: 64.048-465
Tel.: 86 3222 8480/ 32262863 Faz: 3222-8999